#StopTheBeautyMadness

Eu faço 37 anos nesse sábado. Eu tenho ruga, mancha na pele, marca que conta história. Tenho uma ruga grande perto da boca que aparece mais quando sorrio. Uma outra na testa, de levantar as sobrancelhas. Tenho uma manchinha do lado direito que apareceu depois de um tempo na praia. Tenho olheira, que agora até melhorou depois das férias porque dormi e descansei bastante.

Só que quase ninguém sabe disso, porque antes de sair de casa eu passo BB Cream, rímel, blushzinho. Eu posto foto na internet com luz legal, com filtro. Se eu soubesse mexia no photoshop pra me deixar mais magra, mais linda, mais jovem.

E eu queria muito participar dessa coisa do #StopTheBeautyMadness. É um movimento que começou na gringa, mas tá ganhando espaço aqui no Brasil: meninas postam suas fotos sem make, sem filtro, e desafiam algumas amigas a fazer o mesmo. Isso serve pra mostrar que as fotos que a gente vê por aí e com as quais a gente se compara não são exatamente a vida real. Aquela moça da revista foi retocada, maquiada, editada. A sua amiga tirou 15 fotos antes de achar uma legal e postar. A vida real tem ruga, olheira, mau humor, descabelamento. A gente usa mil produtos pra esconder a vida real.

Além de postar no FB, quis também conversar aqui e falar dessa coisa da idade. Porque envelhecer não é simples, não é fácil. Eu olho no espelho e vejo as mudanças, e me comparo com as mocinhas de 20 anos na TV e com a mocinha de 20 anos que eu fui, e é difícil. Eu pondero sobre o que fazer quando as rugas forem maiores. Até quando eu vou olhar no espelho e estar em paz com a história que meu rosto conta? Será que vou me achar feia, velha, estranha?

Por enquanto essa sou eu depois de uma boa noite de sono. Descabelada, meio amassada. E é assim mesmo que eu sou, sem make, sem filtro, na câmera frontal do telefone – e com um pouco de vergonha por não estar escondida atrás da máscara de produtos desenvolvidos pra me padronizar.  E você? Quem é você?

image

 

Anúncios

2 comentários sobre “#StopTheBeautyMadness

  1. eu tenho beeem menos idade do que você, não vou te dar dica de ~como se sentir bonita perto dos 40~ porque seria hipocrisia.
    mas olha, eu moro numa cidade no interior de um estado pequeno no nordeste, aqui quase que não tem padrão europeizado de beleza. eu nunca encontrei UMA pessoa que achasse mais bonito gente magra do que musculosa-estilo-panicat, aqui não tem mina de 14 anos com distúrbio alimentar querendo ser magra, elas tão tomando suplemento pra ir pra academia em vez disso (o que é ruim porque não deixa de ser padrão, mas só contextualizando…). assim como não tem isso de TER que usar maquiagem, quando você vê alguém usando é um batom, um rímel e essa pessoa é vista como ~ohh arrumada vaidosa~. ao não ser festa, mas mesmo assim, se você for maquiada demais é exibida ou se não considerarem exibida ainda é *uh olha ela veio toda arrumada*. então eu nunca nunquinha me senti mal por não usar maquiagem, a não ser coisa de mãe que já puxa o saco mesmo e a minha particularmente risos sempre foi de “ai anda que nem uma menininha, se ajeita, arruma esse cabelo aí também”, mas tirando isso, no dia a dia ou em festas, nunca me senti obrigada a usar e ninguém nunca me olhou feio por não fazer.
    quando eu vi as pessoas comentando sobre essas tags, que já existe uma anterior chamada “terçasemmake” eu pensei “pra que fazer uma tag se não quiser usar maquiagem? eu hein” mas aí eu percebi que maquiagem em alguns lugares é sim uma cobrança diária e que tem até gente que te manda ir maquiada pro trabalho (!!!!!). e curioso é que o contato que eu tenho com esse padrão de maquiagem mesmo sendo justamente esse que promove a beleza natural e avacalha o padrão, eu mesma me pego pensando “nossa mas se o povo se confia tanto em maquiagem deve dar uma diferença mesmo, será que eu deveria usar?”. ou no negócio da magreza, eu continuo achando bonito gente musculosa rs mas hoje em dia quando eu vejo alguém que provavelmente eu acharia o corpo muito bonito, agora as vezes penso pro lado de “já tá meio gordinha essa coxa né”. padronização é um negócio horrível que PEGA mesmo.
    mas então, falando alguém que “vive de fora dessa cultura da maquiagem” o meu conselho é: o natural é mais humano e honesto.
    tem algumas maquiagens que eu acho bonitas, mas confesso que as vezes tenho uma visão rustica ainda, as vezes pra mim é a mesma coisa que pintura indígena. um enfeite bonito sim, mas um monte de tinta na sua cara. a maioria das maquiagens que as pessoas acham bonito eu fico “coé, é uma mancha azul e uma mancha rosa na sua cara!”.
    não que eu queira que todos tenham a mesma visão que eu (até porque como eu disse tem maquiagem que eu gosto), mas quero fazer analogia com uma coisa que eu já ouvi: uma mulher disse que tava tão acostumada com maquiagem diária que quando fica sem maquiagem acha que tem aparência de doente. a questão é justamente essa! é um monte de tinta na sua cara, não é o que é natural!! e o que é natural não é “parecer doente” é parecer humano!! não existe.uma.pessoa.se.quer que tenha a mesma pele sem maquiagem quando tá com, que tenha cílios tão grandes, olhos saltados, bochechas muito saudáveis… eu não exemplifico com um bebe porque aí já é demais hahaha mas até mesmo uma criança, coloca ela com maquiagem que até nela vai dar diferença.
    eu reconheço que quando a pele tá preparada, os cílios tão maiores, a boca tá um bocão vermelho fica um visual mais harmonizante. mas eu, sinceramente, acho muito mais bonito quando vejo a pessoa no natural porque simplesmente se parece mais com o que é ser humano.
    pegaram características que NINGUÉM na terra possui e padronizaram como mais bonito, negligenciaram o que é ser humano! acho esse padrão mais covarde que até o de ser magra ou de ter peitão, tem gente que nasceu magra mesmo, tem gente que nasceu com peitão mesmo, mas quem aqui saiu da barriga da mãe com um kit mac do lado? quem nasceu com os genes da pele-perfeita-feita-com-base, dos cílios-volumosos-e-grandes-feito-com-rímel, da bochecha-rosadíssima-feita-com-blush e da boca-vermelhíssima-feita-com-batom?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s